Notícias

Federer volta a sentir dores no joelho e desiste de disputar os Jogos de Tóquio

Da Redação Bandsports 13/07/2021 • 13:42 - Atualizado em 13/07/2021 • 16:48
Suíço disse que sentiu um novo problema após a temporada de grama
Suíço disse que sentiu um novo problema após a temporada de grama
Divulgação/Wimbledon

O suíço Roger Federer anunciou nesta terça-feira, 13, que desistiu de disputar os Jogos Olímpicos de Tóquio. O ex-número 1 do mundo disse que voltou a sentir dores no joelho após a disputa de Wimbledon e lamentou a ausência no Japão, onde buscaria um ouro inédito em simples.

“Durante a temporada de grama, infelizmente eu tive um revés no meu joelho e por causa disso terei que desistir dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Estou muito desapontado, pois sempre foi uma honra e um dos pontos altos de minha carreira poder representar a Suíça. Eu já comecei minha recuperação e espero poder voltar a competir ainda neste verão. Torço para que time suíço tenha muita sorte e estarei torcendo de longe”, disse o tenista nas redes sociais.

Perto de completar 40 anos, Federer passou por duas artroscopias no joelho direito em 2020 e ainda não teve uma longa sequência de jogos na atual temporada. Ele abandonou Roland Garros antes das oitavas de final por causa do desgaste físico e depois foi eliminado nas oitavas de final do ATP 500 de Halle, na Alemanha, e nas quartas de final de Wimbledon.

Dono de uma medalha de ouro nas duplas em Pequim-2008 e uma prata em simples em Londres-2012, Federer é mais uma estrela do tênis que não disputará a competição no Japão. Antes dele, Rafael Nadal e Dominic Thiem já haviam anunciado suas ausências. Número 1 do mundo, Novak Djokovic revelou no início da semana que está dividido sobre a participação em Tóquio e segue como dúvida.