Notícias

Gasly define 2021 como seu “ano mais consistente na Fórmula 1”

Da Redação BandSports 24/01/2022 • 09:55
Francês teve a missão de liderar a AlphaTauri na última temporada
Francês teve a missão de liderar a AlphaTauri na última temporada
Instagram/Pierre Gasly

Pierre Gasly acredita que viveu o ano mais consistente de sua carreira na Fórmula 1 em 2021. Com a missão de liderar a AlphaTauri, o piloto de 25 anos surpreendeu, encerrou a temporada com 110 pontos conquistados – o melhor desempenho de sua carreira até aqui – e levou a escuderia italiana ao sexto lugar do mundial de construtores. 

Desde 2017 na principal categoria do automobilismo, o francês acredita que a responsabilidade adquirida com a chegada do novato Yuki Tsunoda à equipe foi fundamental para seu desenvolvimento. 

“Obviamente com Yuki [Tsunoda] chegando como novato, eu tinha um pouco mais de responsabilidade e sinto que aprendi muito tecnicamente por estar mais envolvido”, disse ao site da F1.

Apesar da evolução pessoal, Gasly entende que faltou ritmo de corrida para a AlphaTauri em algumas oportunidades. Na temporada, ele conquistou apenas um pódio, no GP do Azerbaijão. Mesmo assim, porém, o piloto tirou lições de como extrair o melhor de cada etapa do campeonato.

“Eu acho que nosso carro geralmente era mais forte na qualificação do que na corrida e, em termos de configuração e potencial para extrair o máximo do fim de semana, acho que dei um passo à frente”, continuou.

Além dos 110 pontos somados representarem o melhor ano de sua carreira na F1, o francês destacou a importância de ter aprendido a diminuir os erros para que sua temporada fosse tão consistente. 

“E, sim, você tem mais experiência e acho que esse foi meu ano mais consistente na Fórmula 1 em termos de cometer erros, mas tentando reduzi-los e maximizar todas as oportunidades que tem. Esse ano sinto que dei um passo para este lado, sim”, afirmou.

Os resultados animadores, contudo, não foram obra do acaso. Antes de encerrar a conversa, Gasly lembrou que pela primeira vez ele completou dois anos seguidos pela mesma equipe na F1, o que foi de extrema importância para um melhor entendimento com os engenheiros.

“Para mim, o ponto chave do ano foi completar outra temporada com a mesma equipe, que foi a primeira vez que aconteceu comigo na Fórmula 1. Temos uma compreensão muito melhor do que precisamos um do outro com o mesmo grupo de engenheiros”, completou. 

Em 2017, Gasly entrou na categoria já na reta final do campeonato pela Toro Rosso – atual AlphaTauri – e permaneceu no time até 2018. Em 2019, ele foi promovido à Red Bull, mas sua trajetória na equipe principal da marca durou pouco e ele voltou à escuderia de menor investimento no mesmo ano. Em 2020 e 2021, o francês finalmente emplacou duas temporadas consecutivas pela mesma equipe.

Com cobertura completa do Bandsports, a nova temporada da Fórmula 1 terá início a partir do dia 18 de março, quando começam as atividades para o Grande Prêmio do Bahrein, primeira prova do calendário.