Notícias

Hamilton leva multa de R$ 31 mil por tirar cinto de segurança após vitória em Interlagos

Da Redação Bandsports 14/11/2021 • 18:02 - Atualizado em 14/11/2021 • 18:04
Inglês tirou o cinto para pegar bandeira do Brasil
Inglês tirou o cinto para pegar bandeira do Brasil
Reprodução/F1.com

Vencedor do GP de São Paulo de Fórmula 1 com uma atuação histórica, Lewis Hamilton foi multado em 5 mil euros (cerca de R$ 31 mil) por tirar o cinto de segurança na volta seguinte à bandeirada final. O piloto da Mercedes removeu a proteção para pegar uma bandeira do Brasil, repetindo um gesto histórico de seu ídolo Ayrton Senna. Ele ainda será penalizado em mais 20 mil euros (cerca de R$ 124 mil reais) ao longo de 2022.

“O piloto do carro 44 soltou os cintos de segurança no final da corrida. Embora os comissários sejam simpáticos ao seu desejo de comemorar, é fundamentalmente inseguro desfazer os cintos de segurança enquanto o carro está em movimento. As velocidades lentas nesses carros ainda são muito rápidas para um ocupante solto dentro dele. Além disso, os pilotos de Fórmula 1 dão o exemplo para as categorias juniores e é fundamental que os pilotos da categoria júnior aprendam a importância de usar todos os dispositivos de segurança do carro, o tempo todo”, explicou a Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

Em entrevista à repórter Mariana Becker, da Band e do Bandsports, o britânico da Mercedes revelou que teve a ideia de homenagear o tricampeão mundial justamente durante a eletrizante perseguição ao rival Max Verstappen, da Red Bull.

A imagem emocionou os torcedores e coroou um fim de semana histórico para Hamilton. No sábado, ele foi punido por uma irregularidade na asa traseira e deixou a pole da sprint qualifying para largar em último. Com um show de pilotagem, ele fechou a prova curta em 5º lugar.

Já na corrida deste domingo, o heptacampeão saiu da 10º posição por causa da troca do motor e deu mais uma aula de ultrapassagens para festejar a 101ª vitória na carreira, a terceira no Brasil.

O triunfo também foi fundamental na briga pelo título. Ainda na vice-liderança do campeonato, o inglês agora soma 332,5 pontos, 14 a menos que Verstappen, que chegou à marca de 332.5 restando apenas três provas para o fim da temporada.