Notícias

Hamilton vence corrida caótica na Arábia Saudita e campeão sairá na última prova

Da Redação Bandsports 05/12/2021 • 16:45 - Atualizado em 05/12/2021 • 17:07
Inglês igualou pontuação de Max Verstappen no topo da classificação
Inglês igualou pontuação de Max Verstappen no topo da classificação
Twitter/Mercedes

O campeão da temporada 2021 da Fórmula 1 será conhecido apenas na última corrida da temporada. Neste domingo, 5, Lewis Hamilton venceu uma prova caótica de tirar o fôlego no inédito circuito de Jeddah, na Arábia Saudita, e impediu que Max Verstappen conquistasse o título de forma antecipada. De quebra, o piloto da Mercedes tirou os oitos pontos de desvantagem e igualou a pontuação do rival no topo da classificação antes da prova decisiva em Abu Dhabi no próximo domingo, 12. Os dois chegaram a 369,5 pontos, mas o holandês ainda fica na frente por ter mais vitórias.

Com uma largada limpa, Hamilton manteve a ponta e aproveitou a ajuda do companheiro de equipe, Valtteri Bottas, para segurar Verstappen na terceira posição. Até que o acidente de Mick Schumacher na volta dez mudou completamente o panorama da corrida. Hamilton parou para a troca de pneus durante a bandeira amarela, mas a Red Bull apostou em outra estratégia e deixou o holandês na pista. Verstappen assumiu a liderança e contou com a sorte na volta 13, quando a bandeira vermelha foi acionada. Os pilotos foram para o pit-lane e o líder do campeonato pôde fazer a troca sem perder a primeira posição.

Na relargada com os carros parados, Hamilton foi melhor e ultrapassou Verstappen, que foi agressivo e deu o troco na curva seguinte passando por fora da pista. Ocon se aproveitou e pulou para segundo. Mas tudo parou mais uma vez na mesma volta graças a dois acidentes envolvendo Mazepin, Russell e Pérez.

Verstappen foi punido pela manobra e saiu em terceiro na nova relargada, com Lewis em segundo e Ocon na pole. O holandês apostou nos pneus médios e se deu bem ao ultrapassar os dois concorrentes e reassumir a liderança da prova. O líder do campeonato segurou Hamilton em meio a uma série de intervenções do safety car virtual após uma batida entre Yuki Tsunoda e Sebastian Vettel que deixou muitos detritos na pista.

Porém, na volta 37, Hamilton abriu a asa móvel e buscou a ultrapassagem sobre Verstappen, mas o holandês fechou a porta e os pilotos se tocaram. Ambos saíram do traçado e Verstappen conseguiu manter a liderança. O incidente foi investigado posteriormente pelos comissários e o holandês foi punido com cinco segundos.

A volta seguinte esquentou ainda mais a disputa. Verstappen foi avisado pela equipe para devolver a posição para Hamilton e desacelerou. O inglês bateu no rival e danificou a asa dianteira de seu W12. Apesar do problema, o heptacampeão manteve o ritmo e conseguiu a ultrapassagem que definiu a terceira vitória consecutiva na temporada, embora a punição de Verstappen já seria suficiente para garantir o triunfo.

Valtteri Bottas, da Mercedes, ficou em terceiro após uma briga intensa com Esteban Ocon, da Alpine, nas últimas voltas. Daniel Ricciardo, da McLaren terminou em quinto, seguido por Pierre Gasly, da AlphaTauri. Charles Leclerc e Carlos Sainz, da Ferrari, ficaram em sétimo e oitavo, respectivamente. Antonio Giovinazzi, da Alfa Romeo, e Lando Norris, da McLaren, completaram a lista dos dez primeiros.

Veja a classificação completa da prova: