Notícias

Mercedes tem pedido de revisão negado, e Verstappen não será investigado por incidente com Hamilton no Brasil

Da Redação BandSports 19/11/2021 • 09:42 - Atualizado em 19/11/2021 • 09:48
Polêmica manobra aconteceu na volta 48 do GP de São Paulo
Polêmica manobra aconteceu na volta 48 do GP de São Paulo
Reprodução/F1.com

O pedido de revisão da Mercedes sobre incidente envolvendo Max Verstappen e Lewis Hamilton no GP de São Paulo da Fórmula 1 foi negado pela FIA na manhã desta sexta-feira, 19. Desta forma, o holandês da Red Bull segue com a segunda colocação da prova disputada em Interlagos.

De acordo com os comissários, a filmagem feita pela câmera onboard do holandês e apresentada pela escuderia alemã após o término da prova em Interlagos é considerada nova, já que não estava disponível no momento, e, por isso, não é significativa. 

Chefe da Mercedes, Toto Wolff não se mostrou surpreso com a decisão contrária a seu time e destacou que queria levantar o debate com o pedido: “Totalmente esperado. Acho que queríamos iniciar uma discussão em torno disso... o objetivo foi alcançado. Na verdade, não achávamos que iria mais longe”.

A polêmica manobra de Verstappen ocorreu na volta 48 em Interlagos, quando o piloto da Red Bull espalhou o carro para impedir a ultrapassagem de Hamilton. Os dois saíram da pista na curva da Descida do Lago e o holandês se manteve na liderança da prova.

Com transmissão do Bandsports e sem punição a Verstappen, os pilotos voltam à pista para o segundo treino livre do GP do Catar, a partir de 10h50 (horário de Brasília).