Notícias

Mick desabafa sobre estado de saúde do pai, Michael Schumacher: “Desistiria de tudo por momentos em família”

Da Redação BandSports 08/09/2021 • 14:21 - Atualizado em 08/09/2021 • 15:18
Mick destacou que gostaria de conversar sobre automobilismo com o pai
Mick destacou que gostaria de conversar sobre automobilismo com o pai
Reprodução/Instagram Michael Schumacher

Desde que o lendário Michael Schumacher sofreu um grave acidente de esqui nos Alpes Franceses em 2013, pouco se sabe sobre o estado de saúde do ex-piloto. No entanto, em um documentário sobre a vida do heptacampeão mundial de F1, que será lançado pela Netflix, familiares abriram o coração e deram alguns detalhes sobre a atual situação do alemão.

Esposa do eterno ídolo, Corinna Schumacher desabafou sobre a “falta” que sente do marido, e falou sobre a diferente rotina da família com o multicampeão.

"É claro que sinto falta de Michael todos os dias. Não apenas eu que sinto, mas os filhos, a família, o pai, todos ao seu redor, mas ele está aqui. Diferente, mas está aqui, e isso nos dá força. Estamos tentando continuar do jeito que Michael gostava, e ainda gosta, e seguindo com nossas vidas. Ele sempre dizia: 'Privado é privado'”, comentou Corinna, antes de continuar.

"Moramos juntos em casa, fazemos terapia e tudo o que podemos para torná-lo melhor e nos certificarmos de que ele se sinta confortável e simplesmente sinta nossa família, nosso vínculo. Não importa o que aconteça, farei tudo o que puder. Todos nós faremos. Michael sempre nos protegeu, agora estamos protegendo Michael", concluiu.

Também entrevistado pela produção do documentário, o filho Mick Schumacher, que hoje vive o sonho de correr na Fórmula 1, contou que gostaria de conversar sobre automobilismo com o pai e afirmou que “desistiria de tudo” em troca de alguns momentos comuns, mas especiais.

"Desde o acidente, esses momentos em família, que acredito que muitas pessoas passam com os pais, não estão mais presentes, ou em menor grau. Acho que eu e ele nos entenderíamos de uma maneira diferente agora, simplesmente porque falamos a mesma linguagem, a do automobilismo, sobre o qual teríamos muito mais o que conversar. É aí que minha cabeça está na maior parte do tempo, pensando que seria muito legal. Eu desistiria de tudo só por isso", desabafou o piloto da Haas.

Maior campeão da principal categoria do automobilismo, ao lado de Lewis Hamilton, com sete títulos, Schumacher fez história pela Ferrari, mas se aposentou correndo pela Mercedes, em 2012.