Notícias

Na busca pelo Golden Slam, Djokovic sente que está com “energia do povo brasileiro”

Da Redação BandSports 27/07/2021 • 02:10 - Atualizado em 27/07/2021 • 12:25
Número 1 do mundo conversou com Elia Junior, do Bandsports
Número 1 do mundo conversou com Elia Junior, do Bandsports
Kopatsch/Sato/Sidorjak

Com os títulos do Aberto da Austrália, Roland Garros e Wimbledon em 2021, Novak Djokovic está perto de ser o primeiro homem a conquistar o Golden Slam do tênis. Para alcançar o feito inédito, o número 1 do mundo precisará levar o ouro olímpico para casa e vencer o US Open ainda nesta temporada.

“Estou ansioso. Sei que há possibilidade. Claro que estou motivado para o Golden Slam, mas ainda há um longo caminho para percorrer. Então, preciso trabalhar um dia de cada vez. Até agora tenho jogado bem. Hoje acho que pratiquei um nível de tênis mais alto em relação à primeira rodada, então vamos manter o ritmo”, falou o sérvio para Elia Júnior, apresentador do Bandsports.

Mesmo com a sequência puxada de torneios no ano, Djoko parece incansável em Tóquio. Em partidas contra Hugo Dellien, da Bolívia, e o alemão Jan-Lennard Struff, ele venceu todos os sets com tranquilidade. Com atuações inspiradas, o líder do ranking brincou que pode estar em sintonia com o povo brasileiro. 

“Parece com a energia do povo brasileiro. Brasileiros transmitem essa energia carismática e muito boa. Eu estou muito feliz de fazer parte dos Jogos Olímpicos. Eu amo estar rodeado de atletas. É muito divertido interagir, falar sobre esportes, sobre a vida e muitas outras coisas. É uma experiência única para mim. Mesmo já tendo passado por isso antes, essa é minha quarta participação, mas cada edição é mais especial. Estou tentando absorver essas boas energias e usá-las no meu desempenho”, continuou.

Antes de terminar a conversa com Elia, o animado Djokovic aproveitou para arriscar algumas palavras em português: “Galera. Gente, obrigado!”, brincou o melhor do mundo.

  • djokovic
  • app
  • tênis
  • olimpíada
  • tóquio 2020
  • esportes