Notícias

Becker: “Não é justo Federer e Nadal serem sempre os bons e Djokovic, o mau”

Da Redação BandSports 17/09/2021 • 10:16 - Atualizado em 17/09/2021 • 14:43
Sérvio bateu na trave na tentativa de completar o "Calendar Grand Slam"
Sérvio bateu na trave na tentativa de completar o "Calendar Grand Slam"
Reprodução/Instagram ATP Tour

Lenda do tênis e ex-treinador de Novak Djokovic, Boris Becker lamentou o comportamento de parte dos torcedores e meios de comunicação com o atual número 1 do mundo, e comparou o tratamento dado ao sérvio com o recebido pelos outros dois integrantes do Big 3, Roger Federer e Rafael Nadal. 

“Os fãs e a imprensa precisam entender que o tênis não tem dois grandes jogadores e pessoas, mas sim três. Não é justo nem aceitável que Federer e Nadal sejam sempre os bons e Djokovic, o mau”, comentou o ex-número 1 do mundo.

Com Djokovic sendo constantemente tratado como o integrante mais “frio” do trio, o alemão acredita que o choro do sérvio após derrota para Daniil Medvedev na final do US Open pode ajudar o público a mudar de percepção em relação a ele. 

“Espero que aquilo que aconteceu em Nova York, aquele final e o discurso mostrem às pessoas que o Novak merece outro respeito e apreço”, completou Becker. 

No momento em que foi superado por Medvedev, Djoko perdeu a chance de completar o “Calendar Grand Slam”, que acontece quando um tenista conquista os títulos dos quatro Majors no mesmo ano, feito que, entre os homens na Era Aberta, segue pertencendo apenas a Rod Laver, em 1969.

Apesar da dolorosa derrota e de não saber se voltará às quadras em 2021, o sérvio dominou grande parte da atual temporada do circuito profissional e igualou os 20 títulos de Majors conquistados por Nadal e Federer ao vencer o Australian Open, Roland Garros e Wimbledon neste ano. 

  • Boris Becker
  • djokovic
  • nadal
  • federer
  • atp
  • tênis
  • esportes
  • app