Notícias

"Não é um desastre de jeito nenhum", diz Nadal após eliminação em Roland Garros

Da Redação Bandsports 12/06/2021 • 10:08 - Atualizado em 12/06/2021 • 11:52
Espanhol sofreu apenas sua terceira derrota em 108 jogos no torneio
Espanhol sofreu apenas sua terceira derrota em 108 jogos no torneio
Nicolas Gouhier/FFT

A sexta-feira foi um dia totalmente atípico para Rafael Nadal em Roland Garros. O Rei do Saibro sofreu apenas sua terceira derrota em 108 jogos e ficou fora de decisão após uma semifinal épica de 4h11 diante do sérvio Novak Djokovic.

Na entrevista após a eliminação, o dono de 13 títulos do Grand Slam francês fez questão de exaltar a atuação do número 1 do mundo e disse que a derrota está longe de ser um desastre.

“Sem dúvida ele merecia vencer. Foi uma boa luta, tentei o meu melhor, mas hoje não foi o meu dia. Os meus golpes não foram tão efetivos hoje. E contra um jogador que pega muito cedo na bola, se você não conseguir tirá-lo de posições confortáveis, fica muito difícil de vencer”, analisou.

“Minhas oportunidades de ganhar aqui não são eternas. Em nosso esporte, você deve admitir a vitória e a derrota. Eu sei que não posso vencer o torneio 15, 18, 20 vezes. Não é um desastre de jeito nenhum. Estou triste, perdi no torneio mais importante do ano para mim. Mas é apenas uma derrota na quadra de tênis. Amanhã estarei em casa com minha família. Tudo bem”, completou.

Nadal ainda lamentou o set point desperdiçado no terceiro set e os erros cometidos no tie-break que determinou a virada de Djoko no confronto.

"Tive uma grande chance no set-point com 6/5 e segundo saque dele. Qualquer coisa poderia acontecer naquele momento. Depois, no tiebreak, eu cometi uma dupla falta e errei um voleio fácil”, destacou.

Fora da final em Paris pela primeira vez desde 2016, Rafa desperdiçou a chance de ultrapassar Roger Federer na lista de maiores campeões de Grand Slam. Os dois tenistas dividem o topo com 20 títulos de Majors cada um. 

  • rafael nadal
  • roland garros
  • tênis
  • esportes
  • app