Notícias

“Não tenho dúvidas de que seremos profissionais”, diz Hamilton sobre rivalidade com Verstappen

Da Redação BandSports 23/09/2021 • 11:02
Britânico falou sobre a luta do holandês pelo primeiro título mundial da carreira
Britânico falou sobre a luta do holandês pelo primeiro título mundial da carreira
Divulgação/Fórmula 1

A batalha pelo título do campeonato mundial de Fórmula 1 promete mais um capítulo intenso no GP da Rússia deste fim de semana. Com a disputa acalorada pelo forte acidente no autódromo de Monza, Lewis Hamilton chegou à cidade de Sochi e rapidamente foi “bombardeado” com questionamentos sobre o futuro da rivalidade com Max Verstappen, da Red Bull. 

Em compromisso com a imprensa internacional nesta quinta-feira, 23, o heptacampeão mundial da Mercedes afirmou que as corridas continuarão acirradas, mas que eles competirão de maneira inteligente.

“O importante é que continuemos correndo duro, mas justo. Não tenho dúvidas de que ambos seremos profissionais e aprenderemos com o passado. Eu nunca espero que um piloto recue. Não é assim que abordo as corridas com qualquer piloto. No final das contas, temos que ser espertos e entender que há um momento em que você não vai fazer a curva. É questão de garantir que você sobreviva para lutar na próxima”, falou o britânico. 

Diante de sua 15ª temporada no grid mais desejado do automobilismo, Hamilton também falou sobre a pressão que o rival holandês de 23 anos, que compete pelo sétimo ano consecutivo na F1, mas faz sua primeira batalha pelo campeonato mundial, pode estar sentindo em 2021.

“Esse equilíbrio você adquire apenas por meio de experiência e passa a entender que nem tudo é ganho em uma curva. Então haverá outras oportunidades. É óbvio que ele não vai admitir isso e eu não vou fazer uma suposição, mas só estou dizendo que me lembro como era quando tive minha primeira chance”, analisou o britânico, antes de continuar. 

“Eu sei como é a ânsia de lutar pelo seu primeiro campeonato. Você passa por muitas emoções diferentes durante esse tempo. Então, como eu disse, acredito que continuaremos ficando mais fortes e estou esperançoso de que não teremos mais incidentes ao longo do ano”, completou.

Além do acidente em Monza, que tirou a dupla da prova e rendeu punição de três posições no grid da Rússia para o piloto da RBR, os concorrentes também já colidiram em Silverstone. Na oportunidade, apenas Verstappen abandonou, enquanto Hamilton foi punido em 10s, mas nada que atrapalhasse sua vitória em casa. 

Na vice-liderança do campeonato mundial com 221,5 pontos, cinco a menos que o holandês, que tem 226,5, Hamilton volta à pista a partir desta sexta-feira, 24, às 5h20 (horário de Brasília). O Bandsports exibe ao vivo os treinos livres e classificatório da etapa da F1 disputada em Sochi. A Band mostra a corrida, no domingo, 26.