Notícias

Norris sobre solução para porpoising: “Preocupação é que seja justo para todos”

Da Redação BandSports 22/06/2022 • 11:58
“Devo admitir que estou um pouco em conflito com isso", disse o britânico
“Devo admitir que estou um pouco em conflito com isso", disse o britânico
Instagram/McLaren

Lando Norris não sabe ao certo qual é a maneira correta de lidar com os problemas com o porpoising na Fórmula 1. Embora não esteja sofrendo tanto com os quiques do carro, o britânico da McLaren entende que a segurança deve ser considerada em primeiro lugar na busca por soluções para o tema.

“Devo admitir que estou um pouco em conflito com isso. A verdade é que não somos massivamente afetados pelo porpoising, então não estávamos pressionando por mudanças. Se há um perigo real de que os pilotos possam ter consequências para a saúde a longo prazo... ou que podem perder o foco e bater, então algo tem que ser feito”, escreveu em publicação do jornal britânico Daily Telegraph.

O piloto de 22 anos, contudo, ressaltou que, mesmo sem sentir os efeitos do porpoising atualmente, a situação pode piorar a longo prazo. “A segurança tem que vir primeiro, e embora possa não estar me afetando agora, essas regulamentações são de longo prazo.”

Norris, no entanto, sabe que alterações no regulamento visando diminuir o problema podem ter peso diferente para as equipes do grid.

“Minha principal preocupação é que seja justo para todos – idealmente você implementaria quaisquer mudanças pós-temporada – mas, inevitavelmente, isso afetará mais alguns do que outros.”

O britânico da McLaren ocupa a sétima colocação do mundial de F1 com 50 pontos após nove etapas realizadas neste ano. Ele volta à ação entre os dias 1º e 3 de julho para as atividades do GP da Grã-Bretanha. O Bandsports transmite os treinos livres e a classificação.