Notícias

"O que Djokovic fez este ano foi excepcional", admite Roger Federer

Da Redação BandSports 22/09/2021 • 08:51 - Atualizado em 22/09/2021 • 13:05
Suíço destacou a dificuldade de triunfar nos quatro Grand Slams na mesma temporada
Suíço destacou a dificuldade de triunfar nos quatro Grand Slams na mesma temporada
Reprodução/Instagram Roger Federer

Mesmo afastado das quadras durante boa parte da temporada por causa de uma série de cirurgias no joelho direito, Roger Federer não deixou de acompanhar a frustrada busca de Novak Djokovic pelo Calendar Grand Slam, que acontece quando um tenista conquista os títulos dos quatro Majors no mesmo ano, feito que, entre os homens na Era Aberta, segue pertencendo apenas a Rod Laver, em 1969. 

Apesar de Daniil Medvedev ter colocado um ponto final no objetivo do atual número 1 do mundo com a vitória na final do US Open, o lendário suíço exaltou o grande ano de Djoko e destacou a dificuldade de triunfar nos quatro Grand Slams. Além do vice em Nova York, ele venceu o Aberto da Austrália, Roland Garros e Wimbledon em 2021.

“Eu acho que é possível acontecer de novo [algum tenista completar o Calendar Grand Slam]. Vimos que Djokovic, eu e [Rafael] Nadal ficamos muito próximos. Mas, para conseguir, você precisa de um pouco de sorte. Precisa de perseverança e força. Você precisa de tudo. Será difícil, mas é possível. Mas o que Djokovic fez foi excepcional”, opinou em entrevista ao canal suíço SFR Sport. 

Enquanto nem mesmo os integrantes do Big 3 – formado por Federer, Djokovic e Rafael Nadal – alcançam Calendar Grand Slam, resta ao australiano Rod Laver assistir aos mais jovens tentando repetir sua incrível façanha. 

“Foi legal ver o Rod Laver de novo no US Open, assistindo o Djokovic tentar completar o Grand Slam como ele fez. Me pergunto o que ele estava pensando, porque estava na primeira fileira vendo Djokovic”, afirmou o suíço.

Para voltar ao circuito e acompanhar de perto a caça a Laver, Federer segue a todo vapor na recuperação de seu joelho e já deixou uma mensagem de alívio aos torcedores, garantindo que “o pior já passou”.

  • app
  • esportes
  • tênis
  • federer
  • djokovic
  • grand slam