Notícias

Organizadores confirmam, e Roland Garros é adiado para 30 de maio

Da Redação Bandsports, com Agência Brasil 08/04/2021 • 12:22
Objetivo é poder aumentar o público que acompanha as partidas este ano
Objetivo é poder aumentar o público que acompanha as partidas este ano
Reprodução/Instagram Roland Garros/FFT/C. Lecocq P. Ballet N. Gouhier

O torneio de Roland Garros deste ano foi adiado em uma semana devido à pandemia de covid-19 e começará em 30 de maio, informou a Federação Francesa de Tênis (FFT) nesta quinta-feira, 8.

O Grand Slam no saibro, que no ano passado foi adiado em quatro meses e transcorreu diante de plateias limitadas, terminará no dia 13 de junho, duas semanas antes do começo planejado de Wimbledon, terceiro Major do ano.

A organização de Wimbledon apoiou a decisão do Aberto da França e declarou que não vai mudar suas datas.

"Esta decisão foi debatida com a diretoria de Grand Slams, e, dadas as circunstâncias excepcionais, tem todo o apoio do Aberto da Austrália, de Wimbledon e do Aberto dos Estados Unidos", afirmou o tradicional Grand Slam na grama em um comunicado.

Com o adiamento, torneios de grama programados para começar em 7 de junho em s'Hertogenbosch (WTA e ATP), Stuttgart (ATP) e Nottingham (WTA) devem coincidir com a segunda semana de Roland Garros.

Presidente da FFT, Gilles Moreton disse que a entidade tomou a decisão depois de consultar as autoridades públicas, os organismos que governam o tênis internacional e seus parceiros e transmissores.

A entidade espera que o adiamento permita o acolhimento de mais torcedores no complexo esportivo do que em 2020, quando só mil pessoas por dia podiam acompanhar as partidas.

"Para os torcedores, os jogadores e o clima, a presença de espectadores é vital para nosso torneio, o evento esportivo internacional mais importante da primavera", disse Moreton.

  • roland garros
  • app
  • tênis
  • grand slam
  • wimbledon
  • us open