Notícias

Pai de Kelvin Hoefler explica polêmica: “Ele é muito fechado, mas sempre foi focado”

Da Redação BandSports 25/07/2021 • 21:03
Brasileiro conquistou a primeira medalha de prata na história do skate olímpico
Brasileiro conquistou a primeira medalha de prata na história do skate olímpico
Divulgação/CBSK/Julio Detefon

A estreia do skate no programa olímpico aconteceu com emoção de sobra para o torcedor brasileiro. Na madrugada deste domingo, 25, Kelvin Hoefler brilhou dentro da pista e garantiu a primeira medalha do Brasil nos Jogos de Tóquio-2020, que contam com cobertura completa do Bandsports.

Durante o momento de comemoração, no entanto, uma situação chamou atenção do público. Um dos maiores nomes da modalidade, Leticia Bufoni foi questionada em suas redes sociais sobre o motivo de não ter festejado o feito do compatriota e, rapidamente, se explicou alegando não ser muito próxima do paulista.

Para evitar que qualquer polêmica se alastrasse, o pai de Kelvin, Enéas Rodrigues, aproveitou participação no programa “Bom Dia Tóquio”, do Bandsports, e detalhou o comportamento focado e introvertido do filho. 

“Eu sou da polícia militar, tenho um regime um pouco mais rígido e passei isso para ele: disciplina e foco, e ele absorveu. Ele é uma pessoa super competitiva e um menino educado. Quem conversar com ele, vai ver que é diferenciado. O Kelvin é super focado desde pequeno. Ele é muito fechado, mas sempre foi muito focado no que faz. Em qualquer evento, ele faz de tudo para andar bem”, destacou.

Com o assunto encerrado, a trajetória de Kelvin até a conquista da medalha de prata no Japão e o amor pelo esporte não foram deixados de lado.

“Logicamente, a gente sempre torce para ter essa conquista. A gente está superfeliz. Ele começou andar no vert [vertical], mas como tem poucos eventos [na categoria], ele migrou para o street. Então foi paixão para sempre”, concluiu.

Veja a participação de Enéas no “Bom dia Tóquio”:

  • Kelvin Hoefler
  • leticia bufoni
  • skate
  • olimpíada
  • tóquio
  • app