Notícias

Pai de Verstappen critica postura de Hamilton: “Vive em seu próprio mundo”

Da Redação BandSports 07/12/2021 • 10:56 - Atualizado em 07/12/2021 • 11:29
"Max e Lewis só conversam no pódio, muito pouco", disse Jos
"Max e Lewis só conversam no pódio, muito pouco", disse Jos
Reprodução/Instagram Jos Verstappen

O clima tenso entre Max Verstappen, da Red Bull, e Lewis Hamilton, da Mercedes, aumenta a cada dia que passa. A menos de uma semana para o fim da temporada e a decisão do título mundial de Fórmula 1, Jos Verstappen, pai do holandês, abriu o jogo sobre a relação do filho com o britânico e aproveitou para alfinetar o rival.

Em entrevista ao jornal Daily Mail, o ex-piloto de 49 anos contou que as conversas entre os líderes do campeonato se limitam apenas aos pódios e culpou o britânico pelo pouco contato entre eles. 

“Eu respeito ele [Hamilton] como piloto, mas em todo o resto... nada. Max e Lewis só conversam no pódio, muito pouco. Quando vejo Max com outros pilotos, acredito que se dão muito bem. Mas com Lewis, nada. Lewis vive em seu próprio mundo”, falou. 

Piloto da F1 na década de 1990 e início dos anos 2000, Jos usou sua relação com outros integrantes do grid para explicar o comportamento do heptacampeão.

“Eu corri na Fórmula 1. Nada em comparação com Max, mas, quando converso com outros pilotos, todos são muito amigáveis e me cumprimentam. Mas há alguns pilotos [como Hamilton], que não olham para você, que olham para o chão”, continuou.

Além de não demonstrar muito apreço pelo britânico, o pai de Verstappen contou que viu sua relação com Toto Wolff, chefe da Mercedes, chegar ao fim durante o ano. Em um dos capítulos marcantes da temporada, o holandês e Hamilton colidiram no GP da Grã-Bretanha e o piloto da Red Bull levou a pior,  sendo levado para o hospital enquanto o heptacampeão seguiu na pista e venceu a prova. 

A celebração dos integrantes da escuderia alemã em Silverstone foi vista como desrespeitosa por Jos, que lamentou a falta de interesse do dirigente austríaco com a saúde de seu filho. Vale lembrar que Max saiu andando do carro e Hamilton perguntou se ele estava bem logo após o incidente via rádio da equipe.

“Um dos pilotos estava no hospital e eles comemoravam o pódio como se tivessem acabado de vencer o mundial. Não achava que Toto fosse assim, mas ali conheci o outro Wolff. Ele não entrou em contato conosco, nenhuma mensagem”, desabafou.

“E pensar que ele havia nos felicitado no ano novo... Não estou dizendo que ele quis atrair Max, mas digamos que antes de Silverstone nossa relação era boa”, encerrou. 

Amizades à parte, Verstappen e Hamilton chegam à última etapa do campeonato empatados em 369,5 pontos na classificação do mundial de pilotos. O holandês, no entanto, tem uma vitória a mais que o britânico e leva vantagem no critério de desempate. 

A partir de sexta-feira, 10, os treinos livres e classificatório do decisivo GP de Abu Dhabi terão cobertura completa do Bandsports. A Band exibe a corrida, no domingo, 12.