Notícias

Rayssa Leal conquista o Brasil e arrebata legião de “fadinhers”: “pode levar pra casa?”

Da Redação 26/07/2021 • 08:03 - Atualizado em 26/07/2021 • 08:04
Rayssa Leal ganhou a medalha de prata e legião de fãs
Rayssa Leal ganhou a medalha de prata e legião de fãs
Wander Roberto/COB

Antes de subir ao pódio no skate street, nos Jogos Olímpicos de Tóquio, Rayssa Leal já tinha conquistado o coração dos brasileiros. Agora, com a medalha de prata, a skatista de 13 anos deve experimentar uma verdadeira “Rayssamania”, arrebatando fãs dentro e fora do esporte, os "fadinhers". E ela já está tendo um gostinho da popularidade crescente.

Nas redes sociais, anônimos e famosos demonstraram apoio à adolescente de 13 anos, mais jovem brasileira a conquistar uma medalha olímpica em toda história.

“O esporte é um dos pilares deste país e precisamos investir no esporte pois ele tem a capacidade de salvar muitas vidas. Honra ter uma Rayssa Leal provando que o esporte é vida e nos traz alegria! Muito emocionado”, publicou o ex-BBB Gilberto, alvo de outra febre de popularidade recente, no Twitter.

A cantora Lexa festejou, chamou Rayssa de “boneca” e brincou nas redes sociais: “com 13 anos eu tava dando selinho nos meninos da sala, tem meninas com 13 anos ganhando medalha de prata nas Olimpíadas! Orgulho define!”.

Em Tóquio, o restante da delegação brasileira parece ter se concentrado na torcida pela skatista.

Em vídeo publicado pela jogadora Rafaelle, da seleção feminina de futebol, as atletas são vistas torcendo efusivamente para Rayssa, aos gritos de “Fadinha! Fadinha!”.

Ainda entre boleiros, o atacante Paulinho, da seleção masculina, exaltou a medalhista de prata: “Fez História, Fadinha!”.

O Corinthians festejou lembrando que a Fadinha torce pelo clube, postando uma foto da skatista dançando durante a competição: “O Brasil inteiro depois da medalha da nossa corinthiana! Parabéns, Rayssa!”.

Numa cena curiosa, dada a diferença de altura entre elas, Rayssa ganha os parabéns e abraços das jogadoras da seleção brasileira de vôlei.

“Parabéns, você é demais!”, diz Carol Gattaz, enquanto uma fila de atletas se forma para parabenizar Rayssa e ver a medalha de perto. Em uma foto, Gattaz ergue a skatista e brinca: “posso levar pra casa?”

Já o surfista Gabriel Medina deu os parabéns ao vivo, enquanto falava da sua participação na Olimpíada.

Rayssa também ganhou uma homenagem de Maurício de Souza e da Turma da Mônica.

  • olimpíadas
  • tóquio2020
  • app