Notícias

Renan analisa derrota do Brasil e destaca "jogo de vida ou morte" contra os EUA

Da Redação Bandsports 28/07/2021 • 12:22 - Atualizado em 28/07/2021 • 13:44
Treinador da seleção disse que precisa pensar em alternativas para os próximos jogos
Treinador da seleção disse que precisa pensar em alternativas para os próximos jogos
Gaspar Nóbrega/COB

O Brasil parou em uma atuação inspirada da equipe russa e sofreu sua primeira derrota no vôlei masculino nos Jogos de Tóquio. Em um duelo que valia a liderança isolada do B, os atuais campeões olímpicos sofreram com o forte bloqueio adversário e perderam por 3 sets 0, parciais de 25/22, 25/20 e 25/20.

Logo após a partida, o treinador Renan Dal Zotto analisou os problemas que a equipe enfrentou e admitiu que precisará pensar em novas alternativas para as próximas rodadas.

“No primeiro set estava de igual para igual, tivemos seis contra ataque e não fomos efetivos. Começamos enfrentando muito o bloqueio e eles tiveram uma boa eficiência nisso. Temos que repensar. Temos que ter um pouco mais de paciência. Eles vão realmente muito alto. Temos que esperar estrategicamente como superar isso”, analisou em entrevista ao canal SporTV.

A equipe terá pouco tempo para digerir a derrota antes de encarar mais duas pedreiras na chave: Estados Unidos e França.

“Jogo de vida ou morte. Os dois. O Estados Unidos têm um volume de jogo muito grande, tem defesa, jogo acelerado. Vai ser longo. Temos que ter uma linha de passe boa porque eles chegam pesado no bloqueio. Não tem jogo fácil. Vamos dar o nosso máximo pela vitória e quem sabe a classificação”, afirmou.

O duelo contra os norte-americanos ocorre na quinta-feira, 29, às 23h05 (de Brasília). A seleção encerra a participação na primeira fase diante dos franceses no sábado, 31, no mesmo horário.

  • renan dal zotto
  • vôlei
  • tóquio-2020
  • olimpíadas
  • esportes
  • app