Notícias

Renan lamenta "travada" no 3º set e pede reação em busca do bronze em Tóquio

Da Redação Bandsports 05/08/2021 • 04:19 - Atualizado em 05/08/2021 • 10:54
Brasil permitiu grande virada dos russos na semifinal dos Jogos de Tóquio
Brasil permitiu grande virada dos russos na semifinal dos Jogos de Tóquio
Wander Roberto/COB

O sonho da quinta final olímpica consecutiva no vôlei masculino terminou de forma decepcionante para o Brasil. A equipe levou uma grande virada da Rússia na semifinal e vai disputar agora a medalha de bronze em Tóquio.

A seleção liderava o terceiro set por 20 a 12 e estava muito perto de fazer 2 a 1 no jogo. O time de Renan Dal Zotto só não contava com a entrada de Podlesnykh, que comandou a reação dos russos.

“Foi um jogo equilibrado. Naquele set a gente estava na frente o tempo todo, jogando bem. Até que entrou o número 1 deles (Podlesnykh) e fez a diferença, equilibrou o jogo. Nosso time não conseguiu reagir. A história mostra que isso muitas vezes acontece dentro do esporte. Infelizmente aconteceu hoje com aquela travada que a gente acabou sofrendo”, disse o treinador em entrevista ao jornalista Elia Junior, do Bandsports.

É a primeira vez desde Sydney-2000 que o Brasil não vai disputar a decisão da Olimpíada. A equipe conquistou o ouro em Atenas-2004 e Rio-20016 e ficou com a prata em Pequim-2008 e Londres-2012. A ordem agora é erguer a cabeça para buscar o bronze contra a Argentina, que perdeu da França em três sets - 25/22, 25/19 e 25/22.

“Agora vamos tirar lições disso tudo e olhar para frente. Temos uma medalha de bronze a ser conquistada ainda. Fica uma tristeza grande, mas nós não temos tempo para ficar lamentando. Vamos buscar esse bronze de qualquer jeito”, finalizou Renan.

  • renan dal zotto
  • vôlei
  • tóquio-2020
  • esportes
  • olimpíadas
  • app