Notícias

Ricciardo diz que não vai deixar o ego atrapalhar seu trabalho

Da Redação BandSports 20/04/2021 • 13:44
Ricciardo está na sétima colocação do mundial de pilotos com 14 pontos
Ricciardo está na sétima colocação do mundial de pilotos com 14 pontos
Reprodução/Instagram Daniel Ricciardo

Após duas corridas pela McLaren, Daniel Ricciardo está tendo certa dificuldade para encontrar o seu melhor desempenho no cockpit do MCL35M durante as provas. Apesar de ser cedo para qualquer prognóstico, o australiano ainda viu seu companheiro de equipe, Lando Norris, chegar à sua frente nos dois primeiros GPs do ano, tendo, inclusive, conquistado o terceiro lugar do pódio na Emilia Romagna, na Itália, no domingo passado.

O incômodo natural para o recém-chegado ganhou um ingrediente indigesto na última prova, quando ele teve de ceder sua posição para Norris a pedido da equipe, na volta 18, mesmo tendo largado na sexta posição do grid, uma antes que o colega. O britânico, que vinha em um ritmo mais forte que o dele, ultrapassou e abriu vantagem. Mesmo admitindo que teve de engolir o orgulho naquele momento, Ricciardo também reconheceu que foi a decisão certa para o time.  

“Ali foi certamente onde eu tive de engolir meu orgulho. Honestamente, a equipe foi justa. Eles me deram tempo para tentar mostrar o meu ritmo. Houve algumas voltas em que pude fazer tempos bons. Para ser honesto, quando forcei, comecei a estragar o pneu dianteiro direito. Portanto, sim, penso que me deram o tempo necessário para mostrar o que eu tinha, e não foi suficiente. Por isso, não valia a pena entrar em disputas, foi justo”, disse ele à Sky Sports.

Atualmente na sétima colocação do mundial de pilotos com 14 pontos, Ricciardo não se deixou abater pelo episódio e ressaltou que o campeonato está apenas começando.

“O Lando teve um ritmo muito forte durante todo o fim de semana, o que obviamente o colocou no pódio, por isso recebo isso como encorajamento. Certamente não estou derrotado por isso, vou aceitar onde estou no momento e apenas trabalhar. Não vou deixar o orgulho ou o ego atrapalharem. É a segunda corrida de 23, a estrada é longa e vou apenas manter minha cabeça erguida e trabalhar nisso”, afirmou.

Em processo de recuperação dos últimos anos decepcionantes, a McLaren está na terceira colocação no mundial de construtores com 41 pontos, ficando atrás apenas da Mercedes, que tem 60, e Red Bull, com 53.  

As emoções da F1 retornam em maio, com o GP de Portugal no dia 2. O Bandsports transmite os treinos livres e classificatório. A prova será exibida pela Band.

  • ricciardo
  • app
  • automobilismo
  • mclaren
  • fórmula 1
  • f1
  • lando norris