Notícias

“Temos que nos esforçar se queremos algo, nada vem fácil”, diz Pedro Barros

Da Redação BandSports 05/08/2021 • 04:02
Com longa trajetória no skate, catarinense brilhou em Tóquio
Com longa trajetória no skate, catarinense brilhou em Tóquio
Divulgação/Gaspar Nóbrega/COB

A estreia do skate no programa olímpico teve um gosto especial para o Brasil. Após Rayssa Leal e Kelvin Hoefler brilharem no street, foi a vez do jovem, mas experiente, Pedro Barros conquistar a prata na categoria park.

Um dos nomes responsáveis por elevar o esporte no país, o catarinense de 26 anos batalhou durante anos e teve sua trajetória coroada com a tão sonhada medalha olímpica nesta quinta-feira, 5. Além do feito em Tóquio, ele é dono de seis ouros no X-Games 

“A gente se esforça, a vida é assim, temos que nos dedicar se queremos alguma coisa, nada vem fácil. Eu tive vivências maravilhosas a minha vida inteira, viajei muito, ando de skate diariamente, me divirto, vivo essa essência. Estou aqui como atleta olímpico, mas também como skateboarder, vivendo como um ser humano e colecionando experiências maravilhosas para a minha vida”, falou o skatista.

A medalha de Pedro fez o Brasil igualar as 19 da Rio-2016, até então maior marca do país em uma única edição olímpica. 

  • pedro barros
  • skate park
  • tóquio
  • app
  • esportes
  • olimpíada