Notícias

Tóquio-2020: saiba quais são as modalidades que estreiam nos Jogos

Da Redação BandSports 22/07/2021 • 16:25

Os Jogos de Tóquio-2020 vão ficar marcados pela entrada de cinco novas modalidades no programa olímpico: karatê, skate, surfe, escalada e beisebol/softball, sendo que só a última já foi disputada em Olimpíadas.

Saiba mais sobre estas novidades e confira as chances de pódio do Brasil em cada esporte.

Karatê

Não haveria lugar melhor para a estreia do karatê nos Jogos. A arte marcial surgiu na ilha de Okinawa, no sul do Japão, no século XVII antes de se popularizar ao redor do país - e do mundo - a partir do século XX.

Terceiro esporte olímpico a seguir o sistema de faixas (assim como o judô e o taekwondo), o karatê terá duas categorias em Tóquio: kata e kumitê. 

Na primeira, individual e sem contato físico, os atletas seguem uma sequência de movimentos ofensivos e defensivos coreografados e são avaliados por sete juízes. Na segunda, dividida em três pesos, dois oponentes se enfrentam por três minutos e somam de um a três pontos (dependendo da técnica utilizada) ao acertar o adversário.

O Brasil não terá karatecas em Tóquio. A disputa da modalidade vai rolar nos dias 5, 6 e 7 de agosto. 

Skate

O esporte aparece nas Olimpíadas cerca de 70 anos depois de surgir nos Estados Unidos e, assim como o karatê, também terá duas categorias: street e park.

Na primeira, como o nome em inglês já indica, os atletas são desafiados a fazer manobras em obstáculos que lembram uma rua, como escadas, paredes, rampas e bancos. A disputa acontece nos dias 25 e 26 de julho.

Já o park é disputado em uma pista com paredes côncavas, que lembra o formato de uma piscina. A missão é a mesma: impressionar os juízes com manobras e habilidades em tempo determinado. As provas serão em 4 e 5 de agosto. 

O Brasil terá 12 atletas no skate olímpico, sendo seis homens e seis mulheres. Destaque para Pâmela Rosa, Rayssa Leal e Letícia Buffoni, que estão entre as melhores do mundo e têm chances reais de pódio no street feminino. 

Surfe

A praia de Tsurigasaki, a cerca de 100 km de Tóquio, será o palco da primeira disputa olímpica de surfe da história dos Jogos. Serão 20 homens e 20 mulheres de olho no pódio da modalidade.

As primeiras baterias terão quatro ou cinco atletas competindo. Ao longo de 30 minutos, os surfistas devem pegar ondas e impressionar os cinco juízes com suas manobras. Caso o mar esteja calmo, as provas podem durar até oito dias, quatro a mais do que o previsto (entre 25 e 28 de julho). 

Em alta no esporte, o Brasil leva parte da “Brazilian Storm” para Tóquio. Os campeões mundiais Gabriel Medina e Ítalo Ferreira estão entre os favoritos ao ouro no masculino, enquanto Tatiana Weston-Webb e Silvana Lima também estão bem cotadas no feminino.

Escalada

A escalada esportiva chama atenção por combinar três categorias em sua estreia em Olimpíadas: speed, ou velocidade, bouldering e lead. Vinte homens e vinte mulheres estarão na disputa em Tóquio, e os resultados combinados vão determinar a classificação final.

No speed, dois atletas escalam lado a lado e um contra o outro uma parede de 15 metros - vence quem terminar primeiro. No lead, o desafio é escalar o mais alto possível, dentro de um tempo fixo, um percurso de 15 metros que vai ficando mais difícil. 

Por fim, no bouldering, única categoria disputada sem cordas, os escaladores percorrem um número de rotas fixas em uma parede de 4 metros em um tempo especificado.

O Brasil não tem representantes nesta modalidade em Tóquio. As provas acontecem entre os dias 3 e 6 de agosto. 

Beisebol/Softball

Bastante popular no Japão, o esporte retorna ao programa olímpico 13 anos após sua estreia nos Jogos de Pequim. O beisebol é disputado entre homens e o softball entre mulheres.

Em ambos, a regra básica prevê que os atletas acertem a bola arremessada com uma tacada e percorram todas as bases até marcar um ponto. O movimento do arremessador e o tamanho da bola e do campo são algumas diferenças entre o masculino e o feminino.  

O Brasil não conseguiu vaga nem no beisebol e nem no softball dos Jogos de Tóquio. O feminino acontece entre 21 e 27 de julho, enquanto que o masculino começa no dia 28 de julho e vai até 7 de agosto. 

  • skate
  • surf
  • karatê
  • escalada
  • tóquio 2020
  • app
  • bandsports