Notícias

Treinador admite possibilidade de aposentadoria de Serena: “Tudo está em aberto”

Da Redação BandSports 02/09/2021 • 12:30 - Atualizado em 02/09/2021 • 12:57
Norte-americana participou de apenas seis torneios nesta temporada
Norte-americana participou de apenas seis torneios nesta temporada
Reprodução/Instagram Serena Williams

Longe das quadras desde Wimbledon, Serena Williams segue lutando contra uma lesão na coxa direita, que forçou sua retirada do Grand Slam britânico logo na estreia. Perto de completar 40 anos, a ex-número 1 do mundo não sabe se terá condições de voltar a competir no circuito profissional, e quem assume a possibilidade de aposentadoria da lenda do esporte é o treinador dela, Patrick Mouratoglou. 

“Nada está decidido. Tudo está em aberto. Não sei se ela quer parar de competir, jogar mais um ano, jogar mais dois. Não faço ideia. Nesta altura ela ainda está processando o fato de não ter sido capaz de jogar os dois últimos Grand Slams”, afirmou o francês.

Apesar do impactante comentário de Mouratoglou, a norte-americana pouco fala sobre a lesão. No final de agosto, ela apareceu nas redes sociais para anunciar e lamentar sua desistência do US Open

Dona de 23 Grand Slams, Serena tem o objetivo de se tornar a maior vencedora de Majors da história do tênis. Sua última conquista deste nível, no entanto, foi há quatro anos, em 2017, no Aberto da Austrália. No momento, o lugar de honra é ocupado pela australiana Margaret Court, com 24 títulos.

Nesta temporada, a norte-americana participou de apenas seis torneios: Aberto da Austrália, Roland Garros, Wimbledon, este por poucos minutos, e os WTAs de Parma, Roma e Melbourne.

  • serena williams
  • tênis
  • us open
  • app
  • esportes
  • grand slam