Notícias

Verstappen celebra título e brinca: “Finalmente um pouco de sorte”

Da Redação BandSports 12/12/2021 • 12:08 - Atualizado em 12/12/2021 • 13:56
Holandês conquistou o título mundial em última volta emocionante
Holandês conquistou o título mundial em última volta emocionante
Reprodução/Twitter F1

Max Verstappen contou com um roteiro de cinema, desbancou Lewis Hamilton na emocionante última volta do Grande Prêmio de Abu Dhabi deste domingo, 12, e conquistou o primeiro título mundial de Fórmula 1 de sua carreira de maneira histórica. 

Em entrevista após o título, o emocionado holandês de 24 anos definiu como “insano” o que aconteceu no Circuito de Yas Marina e destacou o cansaço físico causado pela disputa. 

“É inacreditável [se tornar um campeão mundial]. A corrida toda eu briguei por isso e ter a oportunidade na última volta é incrível.  Estou com cãibra, é insano. Finalmente uma boa sorte para o meu lado”, contou o piloto.

No momento decisivo em questão, na 53ª das 58 voltas, Nicholas Latifi, da Williams, tocou em Mick Schumacher, da Haas, e bateu no muro. Com o carro parado, o safety car foi acionado para retirar os destroços. O incidente aproximou os rivais na pista e, com pneus mais novos, o inédito campeão mundial partiu para cima e ultrapassou Hamilton nos metros finais. 

Desde 2015 na F1 e 2016 na Red Bull, Verstappen aproveitou a oportunidade para se declarar e agradecer ao trabalho feito pela escuderia austríaca, incluindo o de seu companheiro Sergio Pérez, que segurou Hamilton de maneira espetacular durante parte da prova.

“Eu não sei o que dizer. A Honda e toda a equipe merecem muito. Eu os amo e realmente gosto de trabalhar com eles. Este ano foi incrível. Espero que possamos fazer isso por mais dez, 15 anos juntos. Não há razão para mudar, quero ficar com eles pelo resto da vida. Christian Horner e Helmut [Marko] confiaram em mim desde 2016. Nosso objetivo era o título mundial e agora fizemos isso”, celebrou.

“Eu tenho que dizer um muito obrigado ao Checo. Ele deixou seu coração na pista hoje. Foi um grande trabalho e ele é um companheiro incrível”, encerrou.