Notícias

"Verstappen está na melhor forma de sua vida”, diz Horner

Da Redação Bandsports 22/06/2022 • 09:07
Chefe da RBR disse que o holandês "deu aula" no GP do Canadá
Chefe da RBR disse que o holandês "deu aula" no GP do Canadá
Divulgação/Site F1.com

Vencedor do GP do Canadá no último fim de semana, Max Verstappen ampliou sua vantagem na liderança da Fórmula 1 e mostrou mais uma vez que é candidato fortíssimo ao bicampeonato da categoria.

Depois de brilhar na classificação com a pista molhada, o holandês de 24 anos teve uma performance sólida na corrida, segurando a pressão de Carlos Sainz, da Ferrari, nas 15 voltas finais sem cometer deslizes. O desempenho rendeu muitos elogios de Christian Horner, chefe da Red Bull.

“Max foi dominante durante todo o fim de semana e a quantidade de pressão que ele teve que absorver nas últimas 15 voltas foi realmente impressionante. Tivemos um problema de rádio. Acho que ele podia nos ouvir, mas nós não podíamos ouvi-lo. Mas a maneira como ele gerenciou a corrida, a maneira como controlou o ritmo, os pneus, foi uma aula magistral”, analisou.

“Fizemos uma grande corrida juntos, é ótimo estar indo para Silverstone liderando os dois campeonatos. Max está na melhor forma de sua vida, a equipe está fazendo um ótimo trabalho”, acrescentou Horner.

O único ponto negativo para a RBR em Montreal foi o abandono de Sergio Pérez. O vice-líder do mundial de pilotos teve um problema com o motor de seu carro e deixou a corrida na nona volta. Horner lamentou a situação e destacou que a equipe buscará soluções para manter o mexicano na briga pelo título.

"É desesperadamente decepcionante não termos Checo na corrida. Vimos o campeonato oscilar muito. Ele agora tem a mesma quantidade de falhas mecânicas que Max teve e precisamos entender e resolver isso. Mas é muito cedo para descartar alguém. Ainda não estamos na metade do caminho, então ainda há muitas corridas pela frente”, finalizou Horner.

Com cobertura completa do Bandsports, a F1 volta a acelerar entre os dias 1º e 3 de julho para o GP da Grã-Bretanha.