Notícias

Vettel vê “trabalho incrível” de Mick Schumacher em temporada de estreia na F1

Da Redação BandSports 18/12/2021 • 11:15 - Atualizado em 18/12/2021 • 15:15
“Ele tem sido um dos primeiros a chegar e um dos últimos a sair”, disse o alemão
“Ele tem sido um dos primeiros a chegar e um dos últimos a sair”, disse o alemão
Divulgação/F1.com

Mick Schumacher foi um dos estreantes da Fórmula 1 em 2021. Mesmo sem pontuar com a limitada Haas, o alemão de 22 anos conseguiu correr à frente de seu companheiro de escuderia, Nikita Mazepin, durante quase toda a temporada e empolgou alguns torcedores e até mesmo outros pilotos do grid. 

Sempre próximo do compatriota no paddock, Sebastian Vettel, da Aston Martin, é um dos admiradores do empenho de Mick em sua primeira temporada na categoria. Para o tetracampeão mundial, mesmo com um carro que deixou a desejar, o jovem fez um trabalho incrível e provou isso competindo lado a lado com equipes melhores. 

“É difícil julgar porque o carro está longe [do ritmo dos demais]. Mas, para quem acompanhou de perto, eu acho que ele fez um trabalho incrível com um carro tão limitado para chegar ao Q2 duas vezes [França e Turquia], ter exibições fortes nas corridas e lutar contra carros que são muito mais rápidos. Foi um grande empenho”, disse Vettel.

Além de destacar o bom ritmo do amigo dentro das pistas, Vettel também mencionou a dedicação do filho da lenda Michael Schumacher, ídolo do tetracampeão.

“Mas ele também tem sido um motivador para toda a equipe. Acho que o desenvolvimento para o time [Haas] foi ruim desde o início da temporada e eles ficaram muito atrás. Mas se olhar ao longo do ano, Mick estava muito feliz e entusiasmado. Ele tem sido um dos primeiros, se não o primeiro, a vir para o paddock e um dos últimos a sair”, seguiu.

Em meio às palavras animadoras, no entanto, o veterano da Aston Martin deixou clara sua vontade de ver Mick sendo testado em um carro mais competitivo.

“Ele demonstrou muito interesse em conduzir a equipe, então, além de alguns pequenos erros que acontecem no primeiro ano, acho que ele fez um ótimo trabalho. Eu realmente gostaria que ele conseguisse um carro melhor nos próximos anos para mostrar o que é capaz de fazer”, encerrou.

A amizade de Vettel e Mick vai resultar em uma parceria dentro da pista, mas fora da F1. No próximo mês de fevereiro, os alemães estarão lado a lado na Corrida dos Campeões, realizada na Suécia.