Notícias

Wolff vê vitória merecida de Hamilton em Jeddah e pede disputa limpa no mundial

Da Redação BandSports 05/12/2021 • 18:32 - Atualizado em 05/12/2021 • 18:57
“Nós queremos apenas um campeonato limpo e que vença o melhor", disse o chefe da Mercedes
“Nós queremos apenas um campeonato limpo e que vença o melhor", disse o chefe da Mercedes
Reprodução/Instagram Mercedes

Toto Wolff foi um dos personagens da estreia do Grande Prêmio da Arábia Saudita de Fórmula 1. Em uma corrida eletrizante neste domingo, 5, o chefe da Mercedes não escondeu o nervosismo com os acontecimentos em Jeddah, mas terminou o dia feliz e comemorando muito mais um triunfo de Lewis Hamilton e a terceira colocação de Valtteri Bottas ao lado dos mecânicos e engenheiros no box da escuderia alemã. 

Logo após o término da penúltima etapa da temporada da principal categoria do automobilismo, o dirigente exaltou a vitória do britânico e aproveitou para alfinetar o rival Max Verstappen.

Em lance polêmico na 43ª volta, o holandês desacelerou para devolver a liderança da prova para o heptacampeão, mas uma falha de comunicação fez com que Hamilton não percebesse a manobra e atingisse a traseira do carro do rival. O incidente gerou uma punição de cinco segundos para o piloto da Red Bull.

“Acho que ele [Hamilton] mereceu o resultado final, vencer a corrida. Ele poderia ter abandonado com a asa dianteira quebrada. Não quero lavar roupa suja aqui, mas a telemetria mostra que ele [Verstappen] estava diminuindo a velocidade e acelerando novamente. Hamilton não sabia [que a posição estava sendo devolvida]”, explicou ao site Sky Sports

Apesar de destacar os dados da telemetria, Wolff acredita que precisa ver o momento com mais calma para fazer uma análise mais precisa.

“Isso é difícil de administrar. Eu preciso limitar meu julgamento, tenho de ver mais da corrida antes de qualquer coisa. A condução precisa ser avaliada. É difícil, muito difícil”, continuou.

Polêmicas à parte, o chefe da Mercedes aproveitou para afirmar que preza pelo jogo limpo na reta final do campeonato, não importando o vencedor. 

“Nós queremos apenas um campeonato limpo e que vença o melhor. Se no final for o Max, que assim seja”, encerrou.

A uma corrida do fim do campeonato, a Mercedes lidera a classificação de construtores com 587,5 pontos, 28 a mais que a Red Bull, que chegou aos 559,5. Já entre os pilotos, Hamilton e Verstappen estão empatados em 369,5, mas o holandês leva vantagem no critério de desempate por ter nove vitórias contra oito do britânico.

Com emoção de sobra, a Fórmula 1 volta à ação a partir da próxima sexta-feira, 10, no GP de Abu Dhabi, que marca o encerramento da temporada. Os treinos livres e classificatório no Circuito de Yas Marina terão cobertura completa do Bandsports. A Band exibe a corrida, no domingo, 12.

Veja a comemoração do chefe da Mercedes: