Nadal supera ventania, bate Federer pela 6ª vez em Paris e vai à final

Espanhol mantém tabu contra o suíço e segue em busca do 12º título de Roland Garros

Da Redação | 07/06/2019 - 10:31 | Atualizado em 07/06/2019 - 10:34

Nadal vibra ao se classificar para mais uma final do Grand Slam francês (Foto: Benoit Tessier/Reuters)

Quem é rei nunca perde a majestade, ainda mais se esse reinado envolver Rafael Nadal e Roland Garros. Nesta sexta-feira, 7, nem os fortes ventos foram capazes de impedir o tenista espanhol de mostrar mais uma vez todo o seu talento no saibro. Ele confrimou a 'freguesia' contra Roger Federer, venceu o suíço por 3 sets a 0 (6-3, 6-4 e 6-2 ) e se classificou para a final pela 12ª vez para buscar o seu 12º título em Paris.

Esse foi o 39 º Fedal da história. O número 2 do mundo leva vantagem no retrospecto geral, agora são 24 triunfos contra 15 do adversário. A superioridade é ainda maior no saibro. Federer sofreu a sua sexta derrota em seis partidas contra o espanhol na capital francesa. O suíço venceu na terra batida apenas em duas oportunidades.

Antes do encontro desta sexta-feira, Federer vinha de cinco vitórias consecutivas contra o rival. No entanto, a história de Nadal em Roland Garros falou mais alto. Ele nunca perdeu uma semfinal do Grand Slam francês e manteve a escrita.

O confronto começou tenso, os dois tenistas se respeitando muito e sofrendo com o vento forte, que obrigou os dois a mostrarem ainda mais porque são chamados de gênios. Nadal conseguiu se adaptar mais rapidamente, quebrou o primeiro serviço de Federer e caminhou sempre em vantagem no 1º set. Quando o suíço conseguiu devolver a quebra, Nadal tratou de impedir o rival de confirmar o saque e levou a parcial em 6 a 3.

O início do 2º set foi diferente. Federer foi quem conseguiu a quebra logo no começo, fez 2 a 0, mas acabou não confirmando o seu saque na sequência. O equilíbrio se manteve ao longo da parcial enquanto os ventos continuavam em 50 km/h. Nadal conseguiu uma quebra após o suíço abrir 40 a 0, teve a chance de sacar para fazer 2 a 0 e não desperdiçou, fechando a parcial em 6 a 4.

A bobeada custou caro para Roger Federer. O suíço entrou desconcentrado no 3º set, cometeu erros bobos e acabou atropelado por um implacável Rafael Nadal. O espanhol mostrou todo o seu leque de jogadas, encantou o público e fez 6 a 2 para confirmar a vitória por 3 sets a 0, garantindo vaga na final.
Com o triunfo, Nadal garantiu a segunda posição do ranking da ATP, ele poderia ser ultrapassado por Federer em caso de derrota. Agora, o espanhol espera pelo vencedor do duelo entre Novak Djokovic e Dominic Thiem para conhecer o seu adversário na decisão de Roland Garros.