Dominic Thiem revela que irá disputar o US Open

Austríaco mostra expectativa por retomada do circuito e volta a defender Djokovic por torneio de exibição

O austríaco Dominic Thiem não esconde a vontade de disputar um torneio oficial e já tem planos para o retorno do tênis. Após participar de várias exibições nas últimas semanas, o atual número 3 do mundo revelou que jogará o US Open caso a competição seja confirmada.

“Se o Aberto dos Estados Unidos for realizado em 2020, tenho certeza de que participarei. É hora de o circuito voltar ao normal, o tênis deve se adaptar a essa situação extrema e retornar gradualmente ao normal”, afirmou em entrevista à CNN.

O Grand Slam norte-americano tem início previsto para 31 de agosto, mas uma nova onda de casos de coronavírus nos Estados Unidos pode alterar os planos. Na terça-feira, a ATP anunciou o cancelamento do torneio de Washington, marcado para 14 de agosto, levantando ainda mais dúvidas sobre a retomada do calendário masculino.

Thiem também voltou a defender Novak Djokovic pela realização do Adria Tour, mas admitiu que todos cometeram erros. O torneio realizado no mês passado foi interrompido após registro de casos de coronavírus em atletas e integrantes de comissões técnicas.

“Tudo foi muito injusto, ele organizou o torneio por uma boa causa e não forçou ninguém a ir para lá jogar e nem interagir com os fãs, foi uma decisão nossa”, destacou.

“É óbvio que todos cometemos um erro e sentimos muito, mas felizmente todos os jogadores estão recuperados e saudáveis agora. Era impossível manter distância quando vimos a felicidade das crianças que se aproximavam de nós, mas é evidente que cometemos um erro neste aspecto”, finalizou.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário